Internacionalização da Imprensa Universitária da UFC

A Imprensa Universitária, com a preciosa atuação de seu Conselho Editorial, representante de todas as áreas de conhecimento da UFC – Ciências da Saúde, Ciências Biológicas, Engenharias, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Agrárias, Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e Linguística, Letras e Artes; além da PROPLAD, PRPPG, PREX, Biblioteca Universitária e da representação de todas unidades acadêmicas – escreve mais um capítulo editorial no meio literário, acadêmico e científico da nossa instituição.

Azougue, livro de autoria do Prof. Edmar Ribeiro

Azougue, autoria do Prof. Edmar Ribeiro

Ao lançar o livro intitulado Azougue de Edmar Ribeiro, a Imprensa Universitária repete uma tipologia grafada em contos que se pareia aos grandes da nossa literatura, precisamente àqueles de quando adotou a Coleção Alagadiço Novo de Martins Filho, com mais de quatrocentos títulos. Infiltra-se a Imprensa no meio literário, acompanhando o rito das edições Clã, que consagrou poetas como Eduardo Campos, Martins D’Alvares, Moreira Campos e outros intelectuais da mesma alta estirpe.

Livro pequena História do Ceará de Raimundo Girão, 5a. edição

Livro pequena História do Ceará de Raimundo Girão, 5a. edição

Pela Imprensa Universitária, que lançou em 1956 sua primeira grande obra Clóvis Beviláqua e outros Trabalhos de Dolor Barreira, publica-se a Coleção de Estudos da Pós- Graduação; a 5ª edição de Pequena História do Ceará de Raimundo Girão em versão luxo, obra de referência que nos apresenta a evolução do estado do Ceará desde os primórdios da colonização.

Os Maias, edição crítica das obras de Eça de Queirós.

 

Essa Imprensa também consagra sua internacionalização com o lançamento, na 13ª Bienal Internacional do Livro do Ceará no dia 22 de agosto, da edição crítica de Os Maias de Eça de Queirós, uma obra para encantar os amantes da literatura, mas também para promover o aprimoramento crítico do ensino literário e da reflexão acadêmica de excelência. A obra do mestre português é reconhecida por seu caráter atemporal, o que per se justificaria sua publicação. Para além disso, operou-se uma coedição com a Imprensa Nacional Casa da Moeda de Portugal, que muito contribui para o processo de internacionalização da UFC. Essa parceria, levada a efeito pela Pró-Reitoria de Relações Internacionais, contribui imenso para avantajar o papel da Imprensa, vez que todas essas obras alicerçam ideias, pesquisas.

O avanço social e o aprimoramento do ensino estão representados nas páginas eloquentes aqui formatadas sobre o leito do alto padrão intelectual e técnico. Quer sob a forma física, quer sob a forma eletrônica, as obras trazidas a lume pela Imprensa Universitária preenchem parte das carências de nossa sociedade e consagra o meio livreiro como forma de avanço cultural e crescimento humano.