Pequena História do Ceará, 5a. edição “de luxo”

12 de julho de 2019
Livro pequena História do Ceará de Raimundo Girão, 5a. edição

Livro pequena História do Ceará de Raimundo Girão, 5a. edição

Encontra-se em fase de conclusão na Imprensa Universitária, a produção da 5ª Edição do livro Pequena história do Ceará, de Raimundo Girão.

A iniciativa é um convênio entre a UFC e o Instituto Myra Eliane que celebra obras de autores cearenses que se destacaram e contribuíram para o crescimento regional.

A Imprensa Universitária ao longo de sua trajetória, tipografa mais um capítulo e festeja essa preciosa obra, confeccionada na versão “luxo” em capa dura com laminação fosca, ressaltando o valor institucional da obra mencionada, saudando todos os envolvidos, principalmente seus servidores a quem é dedicada pelo imensurável esforço.

O processo de confeccionar capa dura

Livro Pequena História do Ceará de Raimundo Girão

Servidores da Imprensa no processo de confecção da capa dura de livros.

A Imprensa Universitária da UFC possui profissionais qualificados, com conhecimentos e técnicas de confecção de capa dura para livros. Para tanto, foi retomado esse serviço para livros aprovados com projeto especial para versão “luxo”, com capa dura.

Vários livros já foram produzidos e publicados com essa modalidade de capa, confeccionadas na Imprensa. Existe maquinário, material e pessoal competente para isso.

 

 

 

 

 

 

 

Para a elaboração de capa dura, é necessário primeiro a capa impressa no formato e tamanho final com laminação ou não, deixando bastante sobra para a dobra sobre o papelão duro. Depois corta-se o papelão grosso nos tamanhos: da capa, dorso (lombada) do livro e contra-capa. Vale lembrar que livros com capa dura, não tem orelhas, como pode-se ver nas imagens.

Em seguida vem o serviço de colagem dos papelões cortados nos seus devidos lugares sobre a capa impressa, onde são feitas as dobras coladas, com precisão, para um bom acabamento final.

Depois desse processo, as capas são levadas à prensa (Fig. a direita) para serem deixadas por alguns minutos para secagem e firme aderência da cola.

 

Por fim, depois de prontas, as capas são levadas para serem coladas ao miolo dos livros, que já devem estar prontos: costurados, com os reforços e folhas de guarda coladas, cortados no tamanho final e os arremates – que são os frisos –  colados nas extremidades da lombada.

 

Novamente após essa etapa, os livros com as capas coladas, são levados novamente à prensa para a fixagem e secagem final da cola.

Vale lembrar que, para esse tipo de capa “de luxo”, somente para livros com “projetos especiais” previamente aprovados pelo Conselho Editorial.

 

Imagens: Acervo da Imprensa.

Marcadores: